Procure pela inicial do nome
POPULAR
A B C D E F G H I J K L M
N O P Q R S T U V X W Y Z

Procure pela inicial do nome
CIENTÍFICO
A B C D E F G H I J K L M
N O P Q R S T U V X W Y Z

Nome popular

guanandí, jacareúba

Nome científico

Calophyllum brasiliense
Sinonímia
Calophyllum antillanum Britt. Calophyllum brasiliense var. antillanum (Britt.) Standl. Calophyllum calaba Jacq.
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Malpighiales
Família: Clusiaceae
Género: Calophyllum
Espécie: C. brasiliense
Altura: de 20 a 30 m, tronco com diâmetro entre 40 e 60 cm
Guanandí

Guanandí

Mudas à venda

O guanandí é uma árvore brasileira da família Clusiaceae.
Suas flores são brancas, inflorescência em caicho.
Floresce de setembro a novembro, seus frutos são carnudos com apenas uma semente e de poupa oleaginosa, amadurecem entre abril e junho. Sua dispersão ocorre por hidrocoria (levada pelas águas), ou como alimento de alguns veados, macacos, peixes e, principalmente, por morcegos
Ocorre entre 0 e 1200 metros de altitude.
Alguns dos paises que pode ser encontrada: México, Panamá, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Paraguai, Suriname, Venezuela.
No Brasil: Amazonas, Pará, Roraima, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina.
É considerada espécie ameaçada de extinção no estado de São Paulo
O guanandí é a única árvore de madeira de boa qualidade no mundo que consegue desenvolver-se embaixo d`água, e das poucas que pode conviver com cáctus em clima desértico. Esta árvore adapta-se bem em terras pobres, pedregosas, rasas ou sujeitas a inundações.
A madeira é usada na carpintaria, construção civil, marcenaria e outros fins.
A árvore é usada no paisagismo urbano por possuir caracteristicas ornamentais.
Seus frutos são consumidos por várias espécies da fauna.
Muito valorizada no campo medicinal. O látex da casca é usado na medicina popular sob o nome bálsamo de landim contra úlceras do gado. Suas casca e folhas começam a ser testadas para doenças como reumatismo. O mel que as abelhas produzem das flores de guanandí é considerado de primeira qualidade.
O uso sustentável de sua madeira, é excelente alternativa ao uso predatório de árvores nativas de espécies ameaçadas. O guanandi já vem sendo plantado comercialmente com muito sucesso nos litorais de Santa Catarina e Bahia (Una), bem como nas regiões do interior de São Paulo, em cidades como Mococa e Garça, apesar da menor incidência de chuvas. O retorno financeiro da cultura do guanandi é considerado alto.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Guanandi
29/11/2009
H. Lorenzi - vol.1 Terceira edição
Projeto Florescer
Desenvolvendo mudas arbóreas.